Concórdia Corporate

Cliente: Tishman Speyer | Construtora Caparaó | Codeme Engenharia

Arquitetura: Dávila Arquitetura & Engenharia

Localização: Vila da Serra, Nova Lima/MG

Ano: 2016

Área: 59.217 m2

O edifício Concórdia Corporate, em Nova Lima - MG, conta com área construída de aproximadamente 60.000 m² . São 45 pavimentos, sendo oito subsolos, torre-tipo  e heliponto na cobertura, totalizando 172m de altura da estrutura, da fundação ao topo.

O edifício foi implantado em um terreno de 7.621 m² com o acentuado desnível de 25m entre a da avenida de entrada – cota altimétrica = 1.125m - e a rua dos fundos – cota altimétrica = 1.120m.

O embasamento do edifício, composto por oito subsolos mais o pavimento térreo, é ocupado por garagens, espaços de serviço, equipamentos e lofts residenciais. A estrutura desse trecho foi projetada em concreto armado e protendido moldado no local e executada por setores, planejados de acordo com as necessidades da obra.

A partir do pavimento térreo, os pavimentos da torre-tipo contam com planta de aproximadamente 30x30m com pé direito de 396 cm,ocupados por espaços corporativos de alto padrão. Foi adotado para a torre um sistema estrutural misto, composto por Núcleo de Rigidez central em concreto e estrutura metálica no seu entorno, com vigas mistas de alma cheia, lajes mistas do tipo Steel Deck e pilares tubulares mistos, preenchidos com concreto armado. O núcleo de concreto tem a função de estabilizar o edifício globalmente, garantindo o contraventamento da estrutura metálica e resistindo às forças dos ventos,que tendem a ser um fator considerável em estruturas de tão grande porte.

A construção do Núcleo de Rigidez em concreto partiu adiantada a partir do pavimento térreo, avançando com sistema de fôrmas trepantes em módulos de 1,5m de altura, sempre à frente da montagem das peças de aço. A estrutura metálica foi montada em lances de pilares de 12m (três pavimentos), fixada no núcleo de concreto através de inseridos metálicos previamente posicionados. Eram então dispostas as placas de Steel Deck, concretados os pilares com concreto autoadensável, posicionadas as armaduras complementares e concretada as lajes. Este fluxo de trabalho propiciou a execução da estrutura com velocidade de até seis lajes por mês, garantindo o cumprimento do rígido e apertado cronograma da obra.

Devido às severas condições topográficas, foi elaborado um minucioso plano de implantação das contenções e escavações em etapas, prevendo a execução escalonada das fundações da parte mais alta para a mais baixa. Nas fundações dos pilares foram utilizadas estacas escavadas com diâmetros que variaram de 80 a 180cm e até 30m de profundidade. Já a fundação do Núcleo de Rigidez foi projetada com estacas do tipo barrete com 1m de espessura, conformando conjuntos paralelos responsáveis pela transmissão ao solo dos grandes esforços concentrados nessa peça, fundamental para a estabilidade da estrutura.

O projeto conta com um grande perímetro de contenções com altura de até 14m. Foram utilizados diferentes sistemas de contenção de terra, dependendo das condições locais. Foram adotadas cortinas de estacas em balanço, cortinas de estacas atirantadas, cortinas travadas na estrutura, arrimos à flexão e contrafortes com estacas e tirantes verticais de reação.

A grande complexidade da obra, com intensa solução de interfaces entre as dezenas de especialidades envolvidas, exigiu do projetista da estrutura um elevado grau de envolvimento, com a realização de diversos estudos, ajustes, atendimento a imprevistos e demandas da obra.

A Bedê Consultoria e Projetos elaborou o projeto estrutural dos elementos das contenções, da meso-estrutura e da superestrutura de concreto armado e protendido de todo o embasamento. Desenvolveu ainda os projetos estruturais do Núcleo de Rigidez e das lajes mistas, assim como o detalhamento das armaduras dos pilares mistos.